Header Ads

Header Ads

Passarinha (Kathryn Erskine)

Editora: Valentina
Autor: Kathryn Erskine
Páginas: 224
Nota do Sempre Nerd: 4/

No mundo de Caitlin tudo é preto ou branco. As coisas são boas ou más. Qualquer coisa no meio do caminho é confuso. Essa é a máxima que o irmão mais velho de Caitlin sempre repetiu. Mas agora Devon está morto e o pai não está ajudando em nada. Caitlin quer acabar com isso, mas como uma menina de onze anos de idade, com síndrome de Asperger ela não sabe como. Quando ela lê a definição de encerramento ela percebe que é o que ela precisa. Em sua busca por ele, Caitlin descobre que nem tudo é preto ou branco, o mundo está cheio de cores, confuso e bonito.

Caitlin é uma menina de onze anos que tem Síndrome de Asperger, ela vive com seu pai e seu irmão Devon. Um dia Devon é vítima de tiroteio na escola e morre. A partir desse momento Caitlin vê seu pai perdido, sem rumo, e percebe que precisa achar uma forma de ajudá-lo. Ao se deparar com a palavra desfecho e encontrar sua a definição no dicionário, ela percebe que é exatamente isso que o pai precisa.

Com uma narrativa única e cativante Kathryn traz ao leitor uma incrível história de amor e superação, onde uma doce menininha, apesar de todas as suas dificuldade, decidi encarar o mundo para ajudar seu pai.

Por ser portadora  de Asperger, Caitlin não endente metáforas, para ela é tudo preto no branco, ela encara as situações de forma diferente, tem dificuldade em perceber emoções e sutilezas, ela é objetiva e metódica. E por ser um livro narrado em primeira pessoa, Passarinha mostra ao leitor, de forma muito próxima, a realidade de uma pessoa com Asperger e faz com o leitor crie um vínculo genuíno com a protagonista.

Me apaixonei por Caitlin, por sua sinceridade e suas atitudes, a forma como ela coloca as coisas, impossível não torcer por ela e sentir um aperto no peito em alguns momentos.

Um livro belíssimo, com uma história tocante. Passarinha trata de temas tensos, como violência e luto, mas de uma forma muito diferente, com uma leveza que enche o leitor de esperança e reflexões. Recomendo a todos os públicos. 

3 comentários:

  1. Oi, Aline
    Quero muito ler esse livro, pois ele deve ser muito tocante. Gosto de ler sobre o Autismo e este livro deve ser um exemplo de superação.

    ResponderExcluir
  2. Acho que a quantidade enorme de livros com o tema autismo e afins que tem saido ultimamente no mercado, é devido até mesmo a falta de sabedoria das pessoas para lidar com tal problema.
    Adorei a sinopse e a resenha do livro, fiquei bem curiosa pra conhecer Caitlin e saber se ela consegue um desfecho para o caso do pai.

    Bjok

    ResponderExcluir
  3. Francine Porfirio3 de junho de 2014 23:10

    Aline-flor, esse é o tipo de livro que merece aplausos pelos temas que aborda com tamanha sensibilidade. Eu ainda não o li, mas quero logo ter minha chance. É ótimo saber que a personagem encanta tanto quanto a sinopse faz parecer. <333 Ouso dizer, no entanto, que é um livro para o leitor certo. O leitor capaz de ver nas entrelinhas uma personagem diferente, acolhendo-a não por suas limitações, mas justamente pelas suas qualidades.

    Amei sua opinião tão fofa sobre a obra. Você com certeza era uma das "leitoras certas" para ela.

    Beijos!!!

    http://myqueenside.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Disqus for Sempre Nerd